INTERPRETANDO TEXTOS

Matriz de Língua Portuguesa de 8ª série
Comentários sobre os Tópicos e Descritores
Exemplos de itens
TÓPICO II – IMPLICAÇÕES DO SUPORTE, DO GÊNERO E / OU ENUNCIADOR NA COMPREENSÃO DO
TEXTO
Este tópico requer dos alunos duas competências básicas, a saber: a
interpretação de textos que conjugam duas linguagens – a verbal e a não-verbal – e o
reconhecimento da finalidade do texto por meio da identificação dos diferentes gêneros
textuais.
Para o desenvolvimento dessas competências, tanto o texto escrito quanto as
imagens que o acompanham são importantes, na medida em que propiciam ao leitor
relacionar informações e se engajar em diferentes atividades de construção de
significados.
D5 – Interpretar texto com o auxílio de material gráfico diverso (propagandas,
quadrinhos, fotos, etc.).
Por meio deste descritor pode-se avaliar a habilidade de o aluno reconhecer a
utilização de elementos gráficos (não-verbais) como apoio na construção do sentido e de
interpretar textos que utilizam linguagem verbal e não-verbal (textos multissemióticos).
Essa habilidade pode ser avaliada por meio de textos compostos por gráficos,
desenhos, fotos, tirinhas, charges. Por exemplo, é dado um texto não-verbal e pede-se ao
aluno que identifique os sentimentos dos personagens expressos pelo apoio da imagem,
ou dá-se um texto ilustrado e solicita-se o reconhecimento da relação entre a ilustração e
o texto.
Exemplo de item do descritor D5:
Folha de São Paulo, 29/4/2004.
Pela resposta do Garfield, as coisas que acontecem no mundo são
(A) assustadoras.
(B) corriqueiras.
(C) curiosas.
(D) naturais.
D12 – Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.
A habilidade que pode ser avaliada por este descritor refere-se ao
reconhecimento, por parte do aluno, do gênero ao qual se refere o texto-base,
identificando, dessa forma, qual o objetivo do texto: informar, convencer, advertir, instruir,
explicar, comentar, divertir, solicitar, recomendar, etc.
Essa habilidade é avaliada por meio da leitura de textos integrais ou de
fragmentos de textos de diferentes gêneros, como notícias, fábulas, avisos, anúncios,
cartas, convites, instruções, propagandas, entre outros, solicitando ao aluno a
identificação explícita de sua finalidade.
Exemplo de item do descritor D12:
5
Mente quieta, corpo saudável
A meditação ajuda a controlar a ansiedade e a aliviar a dor? Ao que tudo indica, sim. Nessas
duas áreas os cientistas encontraram as maiores evidências da ação terapêutica da meditação,
medida em dezenas de pesquisas. Nos últimos 24 anos, só a clínica de redução do estresse da
Universidade de Massachusetts monitorou 14 mil portadores de câncer, aids, dor crônica e
complicações gástricas. Os técnicos descobriram que, submetidos a sessões de meditação que
alteraram o foco da sua atenção, os pacientes reduziram o nível de ansiedade e diminuíram ou
abandonaram o uso de analgésicos.
Revista Superinteressante, outubro de 2003
O texto tem por finalidade
(A) criticar.
(B) conscientizar.
(C) denunciar.
(D) informar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s